domingo, 29 de dezembro de 2013

arte na educação: materialidade, tato, modelagem, textura e o tridimensional.








uma atividade e exercício de tato, além de manipulação e modelagem. construções em 3D (ou,  auto relevo). pesquisas e explorações plásticas. meus estímulos foram pelo tato e o reconhecimento da massa nas mãos (materialidade) e também pelas possibilidades de intervenções com texturas. as criações, claro, espontâneas das crianças (turma de 10/11 anos).

obs: o uso da argila na escola é de possibilidade precária. pela quantidade de estudantes e a ausência de sala/laboratório/ateliê de arte (e nem pensei sobre a queima do material, posteriormente). portanto, usamos estas massas, em menor quantidade, mas que possibilitam o contato com as expressões artísticas aqui apresentadas.
gmf.

oficina artesanal (ou) artística: penduros e cores.










 

gmf em oficina
(grupo adolescente).

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

referência cultural: mercado!

passear pelo mercado central é referência para os sentidos. os cheiros nos temperos, palhas, ervas, flores, madeiras, frutas, doces, queijos... cheiros fortes, marcantes, que disputam os espaços dos corredores e que agregam ao visual das cores, texturas, formas, objetos artesanais, rurais, simples e rústicos ou delicados. e o paladar, de incontáveis sabores e propostas de mais sabores. o tato... das infindáveis superfícies.
e o conhecimento popular nos saberes dos comerciantes mais velhos e outros, jovens. que intercambiam com cidades, vilas, comunidades do estado e do brasil, desde há muitos anos. suas conversas corriqueiras e sólidas ou rápidas e divertidas. falam e apresentam dos alimentos e outros itens, de suas origens e de suas possibilidades e materialidades. enfim, ir ao mercado com sentidos abertos é assim!
(obs: evito sempre – veementemente – o corredor com animais presos para vendas...). gmf.



autoria das imagens: retiradas de:
Por Alexandre Costa (também disponível no Blog www.oquesefaz.com) - See more at: http://www.minasgerais.com.br/blog/o-mercado-central-de-belo-horizonte/#sthash.XvsOOzpe.dpuf
http://www.minasgerais.com.br/blog/o-mercado-central-de-belo-horizonte/

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

inte(i)rando: não sem valor e beleza, como pensam ser...!

 de longe, é assim que nossos olhos limitados conseguem perceber esta planta. 
geralmente, a atribuem o título de 'um capim qualquer'. alguns dizem até que é
'planta vagabunda'!...
na verdade, não sei se ela tem mesmo um nome...

 suas folhas suculentas de perto, são assim: vistosas e de cor vibrante no verde!

mas, é quando chegamos bem mais perto mesmo, que podemos receber este azul! 
um azul anil perfeito em duas pétalas tão finas e delicadas como seda pura e verdadeira! 
o centro de polens amarelos...! parece com uma orquídea! por quê não?! sim, parece, mesmo!
não, não é flor minúscula de se observar e encontrar com lupa. é  preciso somente não olhar para os ramos da planta de longe e pensar/dizer...: "matinho que espalha como praga!"...
!!!!!
  

gmf.

arte na educação: uma produção de uma menina de 11 anos.


e. esteve desenhando novamente durante minhas falas na aula. iniciou na escola, com cuidado e paciência, finalizou em casa ou em outros horários da mesma tarde. noutro dia, apresentou-me a produção terminada. sua referência e alusão à animação "os simpsons" é clara. mas e. também trabalhou aos estilos de picasso (e outros mais). perguntei à ela se já havia visto alguma obra do artista mencionado. ela me respondeu que não. o que acho, é que ela, observadora e atenta como é, juntou em seu desenho alguns elementos de obras artísticas e imagens que ela já viu. ela deu o título ao seu trabalho. menina pensadora. 

e. 11 anos.




referência artística: ilustrações, livro de artista, joão por um fio. roger mello







joão por um fio:
“joão é filho de pescador e dorme sob uma colcha costurada à mão. à noite, depois que ele se deita, os pensamentos rolam soltos: conchas, rios, girinos, redes de pesca, cantigas, cordilheiras, panos, caseados, terremotos. roger mello nos convida para um mergulho nos sonhos e medos que preenchem a noite do menino joão. texto primoroso e ilustrações belíssimas, inspiradas nas tramas dos bordados brasileiros.”    companhia das letras.

domingo, 1 de dezembro de 2013

escrito poético

afixos para poetização

1.
tem somente um
no monomotor e na monocultura.

são muito grandes
o corpanzil e o fogaréu.

... contrários das alturas:
acrofobia e acrobacia!

semicírculo e seminu
não são completados.


2.
guarda-chuva de sol
é guarda-sol.

ferrovia na cidade é
metrovia.

microcosmo de perto
é macrocosmo.

uma caligrafia de cordilheira
é geografia.

escritos de gmf.
2013.