segunda-feira, 29 de agosto de 2016

inte(i)rando: cerâmica de novo. com indígenas xacriabás.


  















foi uma semana inteira em companhia de várias pessoas afins pela cerâmica. junto aos ensinamentos e propostas de d. dalzira e o filho nei xacriabá. e quanto ensinamento!
o local muito propício, as mãos muito prontas a trabalhar a argila, os ouvidos muito atentos...!
moldar o barro é uma experiência sensória. interagir com a cultura de nosso país que está 'nos cantos' das cidades é uma oportunidade riquíssima, uma experiência de apanhados duradouros, uma responsabilidade com a propagação do brasil que o brasil realmente é.

gmf. com oficina de cerâmica xacriabá em festival de inverno ufmg.
fotos: gmf.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

arte na educação: sobre as pinturas milenares nas paredes dos lugares. rupestres.



diga-se, não é de hoje que o ser humano deixa suas marcas no mundo através da imagem. e, ainda hoje faz registros imagéticos que se iniciaram há milênios.












aceitando proposta da professora ana clara l. assis (professora regente de turma), para sua classe de 4º ano - 2º ciclo (10 anos), fomos nós duas e turma inteira para área externa da escola. após trabalharmos em sala de aula, conceitos e histórias sobre a pintura rupestre. então, como outrora, pintamos nossas mãos nas paredes e acreditamos, o entendimento das crianças sobre o tema, tenha sido melhor alcançado, além da rica oportunidade de estar atuando em espaços da escola que não fazem parte do hábito formal.

gmf, ana clara l.a. e menin@s do 4º ano.