terça-feira, 29 de setembro de 2015

escrito poético.

as sibipirunas.
florescem nos galhos e
tapetes no chão.

haicai.
gmf.

Nenhum comentário: