quinta-feira, 30 de agosto de 2012

escrito poético

as serraias plantadas no tanque de roupa velho coberto de terra, protegidas por tela fina de arame:
o tanque parece um berço!
e as mudas, são bebês serraia.
Como os bebês humanos, ainda não têm fisicamente a fisionomia pronta
que os acompanharão quando adultos.
são forminhas arredondadas e curtinhas, de peles finas e novas.
enquanto crescem, vão assumindo aos poucos as feições dos adultos.
por enquanto, o tanque é um berçário de lindos e saudáveis bebês.
bebês serraia!

gianemf. 
2009

Nenhum comentário: