sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

compartilhando dos que me acompanham


(fotografia digital - gianemf. 2006)
1 - a partir de sua observação da imagem acima, a quê você se reporta? que outra imagem esta pode te lembrar? ou, que palavras? ... pessoa(s), lugar(es), momento(s), idéia(s), desenho(s), forma(s), etc,etc.

OU,

Pense:
2 - o quê você compartilha de você e de seus dias? há quem(s) você compartilha? ... a(s) virtude(s), talento(s), idéia(s), receio(s), promessa(s), trabalho(s), dificuldade(s) ... a querido(s), amado(s), parente(s), amigo(s), pessoa(s), desconhecido(s), etc, etc.

proposta: enviadas através de emails duas sugestões/estímulos, para que após reflexão e observação sejam retornadas pra mim. os retornos estão sendo pouco a pouco postados neste blog de compartilhamentos.
Enfim, a partir do recebimento desta mensagem, cada um ( e cada uma) absorve o estímulo enviado, prepara algo (a seu modo) que possa passar sobre como e o que pensou, sentiu, refletiu, idealizou... e envia de volta pra mim.
neste momento o blog terá postagens de impressões daqueles a quem tenho enviado tantas de minhas impressões.
segue abaixo os três primeiros compartilhamentos dos que acompanham os meus:

6 comentários:

tereza cristina disse...

Voltei pro passado,perto, mas tão longe. Na casa de minha querida avó Quiquita, tinha um pé de pitanga, tinha não ainda tem, acreditem o pé de pitanga tem mais de 40 anos. Mas minha vó já não está mais aqui, entre nós.Tenho saudades dela dizendo "-Cristina, as pitangas estão docinhas, docinhas." Eu descia correndo pro quintal e ficava horas comendo pitanga. Que saudades da pitanga, que saudades da vovó. Te amo VÓ, muito.

giane. aprendiz. disse...

nossa! que lindo tina! sua lembrança... sua memória ficou doce, agora, né?
obrigada!

Camila Reis disse...

Pintangas também lembram a minha infância.

games educacionais disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
denise miranda disse...

o meu retorno não foi tão doce... como a imagem foi chegando devagar (não estava nítida, a princípio), tive a impressão de gotas de sangue na neve. mas achei interessante e bonito, gosto quando consigo um olhar diferente.

giane. aprendiz. disse...

gotas de sangue na neve... logo, me veio à memoria o casal que caminha pelo gelo, ela, de vermelho (e muitos outros vermelhos na fotografia do filme), os dois, amarrados um ao outro vagando sem rumo, sentido dor... o filme, "dolls", 2002,Takeshi Kitano.
origada pela participação, denise.