terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Operação tapa buraco – I :
Acima, apresento uma seleção de imagens dentre as fotografadas durante ações minhas, de fotografar pequenos buracos nas ruas (após percebê-los), reapropriados e não mais vazios – aliás, ação prazerosa, pois que desde aí funcionando para mim, como preenchimento subjetivo dos buracos – numa percepção destas brechas com uma visão estética e poética. As próprias descobertas destes pontos cobertos e prováveis de resignificados acalentam em mim, uma necessidade imediata de que estejam preenchidos e percebidos. Trata-se também de uma abordagem metafórica sobre “lacunas” em nossas vidas, onde a necessidade de tapá-las no intuito e impulso de sobrevivência natural seria tão comum quanto tapar buracos na vida cotidiana como em ruas, passeios, paredes, roupas...
“Operação tapa buracos” é uma proposta de percepção e coleta de imagens, sobre a presença destes pequenos orifícios em vias públicas (nos passeios, muros, ruas, etc.) e as reocupações naturais e espontâneas destes por águas, folhas, flores, terra, asas minúsculas, etc. Onde o lúdico também é inspirador tanto quanto a reflexão sobre a necessidade humana de “tapar buracos” na vida para que os prosseguimentos nela sejam possíveis.
Amadureser:
Já o livro objeto cuja fonte inspira-me esta idéia (e as materializações vindas e vindouras), foi idealizado e confeccionado um pouco antes desta nova busca e percepção dos buracos ludicamente reocupados, nas ruas.
(obs: amadureser mesmo, com s.)

Nenhum comentário: