terça-feira, 12 de janeiro de 2010

arte na educação: desenho no quadro












houve uma outra aula também gratificante para nós! trabalhei com algumas turmas de 9 a 11 anos (nas imagens acima, uma das turmas de 9 anos). diante das manifestações recorrentes dos meninos (e meninas, claro!) de interagir com o quadro "do professor", preparei as aulas de desenhos no quadro, que repetimos algumas vezes, devido ao retorno agradável, onde vários dos objetivos foram alcançados (além daquelas respostas ainda, que não planejamos, mas que surgem por consequência do momento imediato!). a proposta apresentada: cada um iria ao quadro desenhar a partir de um tema (nessa aula, levei um livro de poesias de Pablo Neruda para crianças, o "livro das perguntas", e apresentei-lhes algumas, como estas: "onde termina o arco-irís, em tua alma ou no horizonte?" ou, "onde fica o umbigo do mar? por que até ali não chegam as ondas?". em outras aulas utilizei-me de outros temas lúdicos. mas tenho trabalhado bastante com eles com a poesia escrita, também. a verdade é que no geral eles gostam muito de poesias!). enquanto um desenhava lá na frente, os outros representavam o que ia sendo composto no quadro em seu papel de desenho na carteira, de forma que ao final da aula, havia uma composição coletiva no quadro e uma composição individual no papel com a contribuição do mesmo coletivo.
durante a aula, o entusiasmo foi bastante! Estavam ansiosos para voltarem ao quadro e fazer um desenho de novo. E foram!
Enfim, mais uma vez, utilizei-me do espaço disponível, das condições existentes e busquei neles algo de interesse que os pudesse estimular: o quadro... que sonho de infância ocupar a lousa da professora e chegar perto daquele suporte imenso e poder expressar-se naquele espaço! ademais, para uma aula de arte, o suporte é realmente bom e oferece boas possibilidades de aproveitamento.
enfim, quero ressaltar (talvez, prá mim mesma, para que isto me sustente) que bons momentos para eles (e prá mim, também) são possíveis e que a despeito das tantas dificuldades... há algum respiro!

5 comentários:

Cristina disse...

"onde termina o arco-irís, em tua alma ou no horizonte?" ou, "onde fica o umbigo do mar? por que até ali não chegam as ondas?".

Que lindo!!!!!!!!!!!!!!!! Adoro Neruda.

Perguntei para a Nana. Primeiro, ela me respondeu a do arco-íris. Ela foi precisa, objetiva, rápida: termina no horizonte. Depois, perguntei onde fica o umbigo do mar. Ela disse que fica bem no fundo do oceano. As ondas não chegam lá porque só conseguem ficar fazendo ondas onde que a gente possa ver.

Ela te pediu pra mandar mais perguntas porque tem um tanto de respostas na cabeça!

Comadre

giane. aprendiz. disse...

!
é, os meninos gostaram das perguntas de Neruda.
e saber das respostas da nana, me emocionam sempre!...
eu vou mandar mais perguntas, sim! mas, diga a ela que levarei pessoalmente, tá?
um abraço.

giane. aprendiz. disse...

... bom, vou tentar responder as duas:
o arco-irís termina no horizonte, de onde talvez, possa 'ver' minha alma. ou, em minha alma, de onde avisto o horizonte.
... o umbigo do mar, eu também acho que é no fundo do oceano. e as ondas, ficam na superfície pois do contrário, a vida no fundo estaria em constante enxurrada, ou seria impossível por causa dela!

Ghisene disse...

Oi Giane,
Parabéns pelo trabalho! Com certeza você fez a diferença na vida dessas crianças que precisam tanto de tudo, não é mesmo?
UM ABRAÇO,
Ghisene

giane. aprendiz. disse...

obrigada, ghisene. pela atenção e pelo carinho com meu trabalho e minhas buscas na escola!
um abraço.